Vacinação nos shoppings de Belém imuniza população contra caxumba e gripe

Da Redação - Agência Belém de Notícias - 11/06/2017 08:07

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Na ação nos shoppings foram oferecidas cerca de 12 mil doses de vacina contra a gripe influenza.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Muitos idosos que não buscaram a vacinação contra a gripe nos 55 dias em que a imunização esteve disponível nas unidades de saúde foram aos shoppings neste sábado, 10.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Mobilização nos shoppings da capital foi ainda uma ação complementar da Prefeitura para acabar o estoque 379.430 doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Imunização com a tríplice viral, principal objetivo da ação, previne caxumba, rubéola e sarampo.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Até o balanço da última quinta-feira, 7, Belém contava com 74% de cobertura vacinal do público-alvo.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Principal objetivo da ação nos shoppings foi vacinar contra a caxumba, já que Belém registrou surtos da doença.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Foram disponibilizadas neste sábado 6 mil doses da tríplice viral para pessoas com até 49 anos.

  • / Saúde / 11/06/2017 08:07

    Intensa procura pela vacinação contra a gripe surpreendeu as equipes da Sesma, já que a imunização ficou disponível por 55 dias em 52 salas de vacina.


Vacinas contra caxumba e gripe ficaram disponíveis para a população durante este sábado, 10, nos cinco shoppings centers da capital. A ação, promovida pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), em parceria com os estabelecimentos, teve como maior objetivo aproximar a população da tríplice viral, que previne caxumba, rubéola e sarampo.

Em 2017, Belém registrou 22 surtos de caxumba, sendo a maioria em escolas. Atenta para o risco, a servidora pública Cecília Cordeiro, 42, reuniu o um grupo de cinco jovens de 13 a 18 anos, entre eles seu filho João Victor, para se vacinarem no Parque Shopping. “Todos eles estão em idade escolar, o que os deixam um pouco vulneráveis. Então aproveitei o dia de folga e os trouxe para ficarem protegidos da doença”, ressaltou a servidora, que também se vacinou.  

Ao todo, foram disponibilizadas neste sábado 6 mil doses da tríplice viral para pessoas de até 49 anos. Essa vacina faz parte do calendário vacinal do Ministério da Saúde, ou seja, pode ser encontrada em todas as salas de vacina na rede municipal de saúde, durante todo o ano.

Nesta ação também foram oferecidas cerda de 12 mil doses de vacina contra a gripe influenza.  A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Leila Fores, comenta a intensa procura pela imunização, tanto do público alvo da campanha como da população em geral: “Fomos surpreendidos pelo número de pessoas que procuraram pela vacina da gripe, considerando que ela ficou disponível para a população por 55 dias, em 52 salas de vacina, e ainda contou com o Dia D, que levou as doses para mais de 300 postos na capital”.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe se encerrou na última sexta-feira, 9. A mobilização nos shoppings da capital foi uma ação complementar da Prefeitura de Belém para acabar o estoque 379.430 doses enviadas pelo Ministério da Saúde. Vale lembrar que esta campanha começou em 17 de abril e teve sua primeira data de término no dia 26 de maio, que foi prorrogada pelo Ministério da Saúde devido à baixa procura do público-alvo.

Após prorrogação, o MS anunciou no último dia 1 que a imunização também estaria disponível para toda a população, não apenas para o grupo prioritário, formado de crianças de 6 meses a menores de 5 anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas; e professores.

A estudante Rainara Vilar, 22, pertencente ao grupo de pessoas com doenças crônicas, não quis perder a oportunidade de se imunizar contra a influenza. “Devido à correria do dia a dia, acabei perdendo o prazo da campanha, mas que bom que com esta ação fiquei vacinada por mais um ano”, comemorou.

Até o balanço da última quinta-feira, 7, Belém contava com 74% de cobertura vacinal do público-alvo. “O Ministério da Saúde nos dá alguns dias após o encerramento da campanha para finalizar a compilação dos dados no sistema, ou seja, depois disso é que saberemos exatamente qual foi o percentual de imunização”, explicou Nazaré Athayde, coordenadora do Programa Municipal de Imunizações da Sesma.

Texto: Andreza Carvalho
Foto: Tássia Barros - Comus
Secretaria Municipal de Saúde (SESMA)