Estudantes são recebidos com escolas revitalizadas e atividades recreativas na rede municipal

Da Redação - Agência Belém de Notícias - 02/08/2017 16:26

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    O estudante Enzo Valentin era só alegria e muitas histórias para contar na volta às aulas da Escola Municipal Ernestina Rodrigues

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Os alunos tiveram atividades mais descontraídas no primeiro dia de aula

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Educadores de trânsito orientaram condutores sobre a necessidade de evitar filas duplas ao deixar estudantes nas escolas

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Os estudantes receberam bem as orientações repassadas pela Semob para um trânsito mais seguro e menos estressante

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    As orientações para o transporte seguro das crianças e parada na frente das escolas foram bem recebidas pelos pais de alunos

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Agentes da Semob orientaram pais, estudantes e condutores para práticas seguras no trânsito

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Rosalia de Jesus Alves teve boas referências e matriculou a filha Vitória na rede municipal neste primeiro dia de aula do segundo semestre

  • / Volta às aulas / 02/08/2017 16:26

    Os estudantes foram recebidos com atividades recreativas na quadra de esporte da escola


Nas 207 unidades de educação do município de Belém, o clima foi de ansiedade entre os cerca de 70 mil alunos que retornaram às aulas na manhã desta quarta-feira, 02. Alguns espaços passaram por revitalização e receberam melhorias na estrutura para maior conforto e segurança da comunidade escolar. “Nós preparamos a escola para que todos sintam-se bem recebidos, e contem com melhor infraestrutura para realizar suas atividades”, destacou Ana Soares, diretora da Escola Municipal Ernestina Rodrigues, localizada no bairro de São Brás, curiosa para ver a reação dos estudantes.

Entre os mais inquietos com o retorno escolar na Ernestina Rodrigues, o estudante Enzo Valentim Barreto, de sete anos, era só histórias para contar sobre os passeios feitos nas férias de julho. Apesar da euforia, o menino confessou que estava mesmo era com saudades da escola. “Já estava com vontade de escrever no meu caderno, de ler, de ver meus professores e estar aqui, na companhia dos meus colegas”, disse cheio de entusiasmo.

Os professores recepcionaram os 300 alunos da unidade com atividades culturais e dinâmicas de grupos na quadra da escola, antes de seguirem para as salas de aula. “Este é o dia em que as crianças estão retornando de uma rotina mais leve, então, precisamos aos poucos, estimular a pratica estudantil”, explicou a professora do 5º ano, Francimar Arnour, que trabalhou a produção de textos com os estudantes e o tema minhas férias. “Poderei fazer uma análise textual e de leitura de uma maneira dinâmica, na qual eles também se divirtam”.

As escolas municipais passaram por higienização, revisão da iluminação, climatização e roçagem. As quadras de esporte tiveram atenção especial para garantir segurança na realização de práticas de atividades físicas, esportivas e de lazer. Desde o início da atual gestão, 16 quadras foram construídas e entregues em escolas do município totalizando 68, número que vai aumentar neste semestre com a entrega da quadra da Escola Maria Clemilde, no Distrito de Mosqueiro.

Também neste segundo semestre serão inauguradas as escolas São Clemente e Campos Elísios, no bairro do Tapanã; São Silvestre, no Jurunas; e Manuela Freitas, no Guamá. Com as novas unidades, a Prefeitura de Belém vai ofertar 600 novas vagas na rede municipal ainda este ano. A primeira a ser entregue será a São Clemente, com previsão para a segunda quinzena de agosto. Neste mesmo período a prefeitura vai inaugurar a biblioteca da Unidade Pedagógica Combu.

Com os investimentos realizados na educação básica, o município tem atraído um número grande de pais com interesse em vagas para os filhos na rede de ensino de Belém. Somente na manhã deste primeiro dia de aula, cerca de 10 matrículas foram concluídas na Ernestina Rodrigues. “Eu recebi ótimas referências desta escola e estou tirando minha filha Vitoria de uma escola particular para cursar o 5º ano aqui”, disse Roselia de Jesus Alves, 39 anos, mãe da nova estudante municipal.

Operação Voltas às aulas orienta trânsito

Atenta aos principais corredores viários de Belém, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) também atuou na retomada das atividades escolares da capital com a Operação Volta Às Aulas, para combater a formação de filas duplas e estacionamento irregular, principais causas de congestionamento na área central de Belém. Os agentes municipais buscaram conscientizar condutores que levam alunos às escolas para a necessidade de contribuírem para um trânsito seguro e menos estressante para todos.

A primeira escola a receber a ação foi o Colégio Moderno, localizado na avenida Gentil Bittencourt. A atividade foi aprovada pela advogada Aline Penedo que afirmou que sempre preza pela segurança no trânsito, principalmente quando está acompanhada dos filhos. “Antes de iniciar viagem, presto sempre atenção se todos estão utilizando cinto de segurança”, disse.

O uso do cinto de segurança para crianças com mais de sete anos e de cadeiras especiais para as que têm idade inferior são alguns dos principais itens observados pelo setor de educação da Semob durante as abordagens. “Crianças de até 1 ano de idade devem ser transportadas no chamado ‘bebê conforto’. De 1 a 4 anos, o correto é a cadeirinha e, de 4 a 7 anos e meio, o assento de elevação. Obedecer a essas recomendações é fundamental para garantir a segurança dos passageiros menores desde as viagens mais curtas às mais longas”, orienta a chefe da divisão de educação para o trânsito da Semob, Tatiane Pinheiro.

Para a coordenadora educacional Vitória Silva, “esta ação é importantíssima. A educação começa por aí: orientando a população desde as idades iniciais. A gente tem conhecimento de casos em que as crianças até chamam a atenção dos pais quando os flagram cometendo irregularidades no trânsito. Por isso é muito importante a abordagem educativa nesse período em que a criança está começando a formar seu caráter, como também é importante a fiscalização aos condutores imprudentes, uma vez que os vícios dos adultos são muito difíceis de mudar”.

De acordo com o diretor de trânsito da Semob, Marcos Chagas, a fiscalização é realizada de forma diária e constante, principalmente nos horários de pico. “Sempre que um condutor escolhe parar ‘rapidinho’ seu veículo em local irregular, seja por qualquer motivo, acaba influenciando todo o entorno da via, causando congestionamento e estresse aos demais condutores, e essas escolas foram escolhidas para iniciar a operação não por estarem localizadas no centro, como muitos pensam, mas porque estão concentradas nos principais corredores de acesso de Belém e que são locais de constante reclamação da comunidade pelo alto índice de imprudência no trânsito”, explica Chagas.

A Operação Volta às Aulas é realizada sempre no período de entrada e saída dos alunos, nos horários de 07h às 8h30 e 11h às 12h30, e continua nesta quinta-feira, dia 3, em frente ao Sistema de Ensino Universo, localizado na avenida Serzedelo Corrêa. Dia 04 será a vez do Colégio Nazaré. Dia 07 a ação ocorrerá em frente ao Colégio Santa Rosa, na rua dos Tamoios e no dia 08 será a vez do Colégio Santa Catarina de Sena, na avenida Braz de Aguiar. Após esse período, a previsão é que na segunda quinzena de agosto a operação seja realizada nas escolas públicas do município.

Texto: Natasha Albarado
Foto: Tássia Barros - Comus
Coordenadoria de Comunicação Social (COMUS)