Bar do Parque é reaberto


Bar do Parque é reaberto

Bar do Parque reabriu

s portas no começo

a noite de ontem. E

logo esse tradicional espaço

da noite paraense foi tomado

por pessoas que foram conferir

o bar, após cerca de dois anos

de reforma empreendida pela

Prefeitura de Belém.

Os frequentadores gostaram

do novo Bar do Parque. Partici-

pante de um evento sobre et-

nobiologia em Belém, a ecó-

ioga mineira Bruna Rossy foi

ao bar na companhia de três

amigas. Ela chegou à capital

paraense na segunda-feira

e havia recebido a sugestão

de um amigo para conhecer o

local, mas soube que o estabe-

lecimento estava fechado para

reforma.

Mas ontem de manhã, ao

se dirigir ao Theatrci da Paz, ao

lado do qual funciona o Bar do

Parque, na praça da República,

verificou que o estabelecimen-

to estava funcionando. Bruna,

então, agendou-se para con-

ferir o espaço ontem à noite.

"Gostei. O bar tem charme, é

muito bonito e agradável", afir-

mou, após degustar iguarias

regionais com as amigas.

"Há 20 anos, estive aqui

neste bar. Não me lembro di-

reito do antigo formato, mas

gosto de como está", afiçmou

a bióloga Maria Rita Pires. Ela

e Bruna reuniram-se no bar

com mais duas amigas, a pro-

fessora Maria Cristina Messias

e a química Paula Stokler.

CAFÉ DA MANHÃ

Os permissionários do Bar

do Parque são Fauzy Gorayeb,

Diogo Gama e Ricardo Aguilera.

Como informou Diogo Gama,

o bar reabriu às 7 horas de on-

tem. O espaço conta com mesas

cobertas, som ambiente, novos

banheiros e central de atendi-

mento em um quiosque com

iluminação específica. Cinquen-

ta empregos diretos são gerados

no estabelecimento, que conta

com 92 lugares, como parte da

meta de atingir 120 espaços para

os frequentadores.

O Bar do Parque passa a

funcionar no domingo, terça,

quarta e quinta-feira com ofer-

ta de café da manhã às 7 horas.

Esse serviço funcionará até as

11h30. A partir desse horário

e até as 16h30 será servido al-

moço com pratos regionais e

outras atrações. O bar funcio-

nará até a meia-noite nesses

dias. Na sexta e sábado, das 7

às 2 horas da madrugada. O es-

tabelecimento não funcionará

às segundas-feiras.

Peixe frito e quibe de ma-

niçoba, vários tipos de café e

bebidas fazem parte do cardá-

pio do Bar do Parque. E muita

gente foi conferir o Festival de

Ópera do Theatro da Paz de-

pois parou no bar, que desde

1904 faz parte da história e

cultura de Belém. Por muito

tempo foi sede da boemia pa-

raense, local de encontro de

intelectuais e literatos.