Terminal recebe romeiros


Terminal recebe romeiros

EXPECTATIVA É QUE AUMENTE O NÚMERO DE VISITANTES, PORÉM, ONTEM, A MOVIMENTAÇÃO AINDA ERA POUCA

Movimento no Terminal Rodoviário de Belém ainda era pequeno ontem, mas deve aumentar até o sábado

Faliam apenas três dias para iniciarem as 12 romarias do Círio de Nossa Senhora de Nazaré e ainda é considerada calma a movimentação de romeiros no Terminal Rodoviário de Belém, no bairro de São Brás. Na manhã de ontem havia poucas pessoas chegando para o Círio. Nos guichês a movimentação de chegada de pessoas ainda era considerada bem menor que o mesmo período do ano passado. A expectativa é que os romeiros comecem a desembarcar na cidade a partir desta quarta-feira, 10, atingindo ponto alto no sábado, 13, véspera do Círio. O Círio de Nazaré chega a reunir cerca de dois milhões de fiéis, no domingo da maior romaria que, neste ano, cai no dia 14 de outubro. A estimativa é que o Círio deve atrair 80,4 mil turistas de diversos estados brasileiros, segundo pesquisa da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), em parceria com o Departamen

to Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese no Pará).

A expectativa da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico em Belém (Sinart), empresa que administra a rodoviária, é que durante a semana do Círio cerca de 37.500 pessoas transitem pelo local. O número prevê acréscimo de 5% em relação a 2017, quando 35.900 pessoas passaram pelo terminal. A partir desta quarta-feira, 10, acontece ação receptiva no terminal em parceria com a Secretaria de Estado de Turismo, com apresentação de danças típicas para o público.

A comerciante Nazaré Costa, 51 anos, era uma das raras pessoas que estavam no terminal e que chegou para o Círio. "Vim para Belém resolver alguns problemas pessoais e vou também aproveitar o Círio. Eu gosto de tudo no Círio. Adoro as comidas e hoje estou doida para tomar açaí. Da parte religiosa, gosto de ir para a Basílica, na Casa de Plácido para

receber os romeiros e ajudar. Este ano vou no Círio Fluvial. Não sei quanto tempo vou ficar em Belém, ainda vou ver, conforme for...", disse Nazaré, que veio da cidade de Palmas (TO).

Em um dos guichês do Terminal Rodoviário que vende passagens para dentro e fora do Pará, a expectativa da gerência era que a movimentação aumente no sábado, 13. "Está che

gando mais gente do que saindo. Muitas pessoas estão vindo de fora, como São Luís (MA). Aqui no Estado, há mais pessoas de Marabá e Parauapebas", afirmou Edilberto Moreira.

Missa e cultura no receptivo do aeroporto

Homens trabalham no embelezamento da Basílica Santuário para o Círio

Operários fazem últimos retoques

Dom Antonio presidiu a celebração de recepção aos turistas no aeroporto

Trabalhadores retocavam, na manhã de ontem, a pintura externa da Basílica Santuário de Nazaré dando toque especial para o lugar no mês do Círio de Nazaré. A assessoria de comunicação disse que a Basílica possui uma equipe permanente que realiza a manutenção periódica e conservação dos diversos espaços. E o trabalho se intensifica no período que antecede ao Círio, dando especial atenção ao templo.

Nos últimos meses foram feitos limpeza das calhas, ajuste das tubulações pluviais e

manutenção do telhado. Na semana passada, ocorreram a lavagem interna da Basílica e o polimento dos objetos sacros e ainda esta semana deve ser concluído o trabalho de retoque da pintura externa.

Esses cuidados com a Basílica chamaram atenção de quem visitava o templo. "Tudo que se cuida e serve para o bem é bom. Acho que a recuperação da pintura da Basílica é ótima, é bom fazer aos poucos, porque agora é um momento de Belém receber muitas pessoas", disse Rubenita Costa, 60 anos.

Começou o tradicional receptivo do Círio de Nazaré aos turistas que chegam no Aeroporto Internacional de Belém. Os passageiros, ao desembarcarem, encontram shows de grupos folclóricos, símbolos do Círio e recebem informações turísticas diversas. A programação começou na manhã de ontem, com uma visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré e uma missa. Essa recepção segue até o próximo dia 12. De 8 a 20 deste mês, são esperadas 186 mil pessoas passando pelo aeroporto, de um total de 300 mil para todo o mês de outubro. Representa 20% a mais do que o mesmo período do ano passado.

A missa foi presidida pelo bispo auxiliar de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro. Foi uma celebração muito politizada, com as eleições no tema central para falar sobre tolerância, estresse, inimizades, fanatismo político e religioso, mistura de religião e política e distanciamento da Palavra de Deus nas ações individuais Dom Antônio pediu orações

aos jovens, fazendo menção ao tema do Círio deste ano, que é "Uma jovem chamada Maria". "Maria é uma jovem cidadã consciente, séria e reflexiva. Quando ela recebeu a proposta de Deus, disse sim. Podemos dizer que é necessário que façamos, como ela, nossas escolhas com muita sabedoria", disse.

Fábio Rodrigues, superintendente do Aeroporto Internacional de Belém e devoto, ficou emocionado em receber a imagem peregrina. E considera uma bênção a todos os

turistas ou moradores de Belém que estão chegando. Para ele, um aeroporto abençoado é também seguro, eficiente e funcional. "Turista bem recebido é o turista que volta. Por isso a Infraero, BelémTur e Setur se unem nesse período para fazer esse receptivo com fé, cultura e alegria regionais. Quem passa por essa experiência, com certeza fica com vontade de voltar", comentou.

Marinaldo Vaz e a família escolherem conhecer Belém no Círio. Ele disse estar surpreso com a acolhida da cidade.